Holístico não é Místico!

HOLÍSTICO NÃO É MÍSTICO.jpg
Holístico não é Místico!

 

14 de junho de 2017

 

Algumas das respostas quando eu digo que sou terapeuta holística:

– Ah, faz tratamento para os olhos?

– Trabalha com óleos? Tipo de massagem?

– Ah sei! Aquelas coisas místicas, esotéricas… previsão do futuro, bola de cristal, turbante… Né?

 

Parece piada, mas não é. Quando eu falo o que eu faço, que sou terapeuta holística,  parece que eu sou um ET. Eu vejo até o ponto de interrogação na testa de muita gente.

 

E não é para menos. Você já parou para se perguntar o porquê o ser humano está tão desconectado de si mesmo? Porque o planeta está tão doente que tem muita gente que diz: Pára o mundo que eu quero descer?

 

E uma coisa que levo muito em conta quando penso a respeito é o fato de que muitas pessoas perderam a conexão com a sua essência, com o seu amor e por isso se enxergam de maneira fragmentada, não compreendendo o si mesmo e o mundo de uma maneira holística.

 

Quando surge o termo holístico muita gente acha que me refiro a misticismo, esoterismo, ocultismo, mas não é isso! Existe muita distorção a respeito disso e por preconceito as pessoas perdem uma grande oportunidade de buscar um caminho para o autoconhecimento.

 

Quando digo maneira holística quero dizer integral, é ter uma visão ampla sobre o universo interno e também sobre o universo externo.

 

Ter uma visão holística não é mistificar nada, pelo contrário, é abrir a consciência para a realidade de que o ser humano não é feito apenas de uma parte e sim de um todo, um conjunto que tem interelações para funcionar de maneira harmônica.

 

Somos feitos de matéria, sim! Temos nosso corpo físico e certamente há coisas que interferem muito nele e conseqüentemente na nossa saúde e felicidade, como nossos hábitos alimentares, a prática de exercícios físicos ou não, descanso, vícios, entre vários outros fatores.

 

Mas não é só isso. Somos também o emocional, o mental, o energético e o espiritual que precisam da mesma atenção para fluir de maneira adequada. Muitas vezes não atentamos a esses aspectos e ficamos apenas com uma visão materialista muito rasa sobre nós mesmos.

 

Imagine que o ser humano é o 100% e cada área dessas seja responsável por 20% da sua vida. O quanto de atenção você tem dedicado a cada uma delas?

 

Você também tem cuidado das suas emoções? Elas te trazem plenitude ou te trazem bloqueios?

 

Como está a qualidade dos seus pensamentos? Você tem dominado a sua mente ou é o contrário? De que maneira você enxerga o mundo e as pessoas?

 

Os canais energéticos do seu corpo estão em fluidez ou você tem energias estagnadas desvitalizam seu corpo, seus órgãos? Suas trocas energéticas com as outras pessoas e com o meio em que vive são saudáveis? Que vibrações está emitindo?

 

Você tem cuidado da sua espiritualidade? Quando falo espiritualidade não me refiro à religião, mas de cuidar da sua alma, da sua evolução como Ser humano.

 

Para ter saúde e prosperidade é essencial integrar todos esses aspectos, pois um complementa o outro.

O contrário disso é o desequilíbrio. Imagine como se você desse toda a atenção para o seu trabalho, mas sua vida familiar fosse um desastre. Ou como se só pensasse em seu relacionamento amoroso e fosse relapso com sua saúde. É a mesma coisa!

 

Quando passamos a nos observar de uma maneira integral conseguimos compreender grande parte dos nossos dilemas, passamos a ter mais consciência dos processos que passamos e também compreendemos um pouco mais sobre as pessoas e o mundo ao meu redor.

 

Por isso convido você a refletir sobre esses aspectos e entender que ter uma visão holística certamente te proporcionará uma coisa: equilíbrio!